O QUE EU FIZ PARA MERECER ISSO? (Une Heure de Tranquillité)


Zorra Total à Francesa

O programa de TV Zorra Total (TV Globo) - atualmente intitulado Nova Zorra - tornou-se sinônimo de humor popular e raso. Não é à toa que o programa foi totalmente reformulado e teve seu nome trocado. Temos a impressão de que só nós fazemos um tipo de humor tão fugaz, ainda mais se compararmos com o cinema francês, conhecido pelos dramas lentos e "pesados". Porém, a comédia O que eu fiz para merecer isso? vem nos mostrar que nem sempre "a grama do vizinho é mais verde", como diz o ditado.

O filme conta a história de Michel (Christian Clavier), um dentista bem sucedido que encontra por acaso um raro disco de jazz que há anos procurava. A partir de então, a única coisa que lhe importa é chegar em casa e ouvir o álbum, mas tudo acontece para que isso não seja possível.


Escrito e dirigido por Patrice Leconte (A Pequena Loja de Suicídios, 2012), é uma adaptação de peça teatral e a direção consegue tirar a sensação de teatro filmado. O problema é que acontece apenas uma situação durante o filme todo - que vai se agravando - mas não o suficiente para tirar a sensação de tédio no meio de toda a correria apresentada. É o tipo de filme chamado entre os atores de "humor de bater porta". Aquele tipo de história em que o tempo todo sai um personagem e entra outro.


O diretor consegue extrair ótimas atuações, mas a sensação de um longo sitcom torna o filme arrastado e desagradável, por mais que a montagem tente dar agilidade.


O roteiro dá margem a outras camadas que poderiam acrescentar crítica social à trama: os sem-teto que vão morar na casa de seu filho, o português que finge ser de outra nacionalidade que goza de mais prestígio na construção civil ou mesmo a empregada espanhola Maria (Rossy de Palma, conhecida por seus filmes com Pedro Almodóvar). Entretanto, o roteiro não desenvolve nenhuma das subtramas e foca apenas no humos fugaz e descomprometido.


É o tipo de filme capaz de divertir quem tem "riso frouxo" e pode até agradar ao público brasileiro fã das atuais comédias populares, não fosse esse público normalmente avesso a filmes europeus. Com todo o requinte francês, O que eu fiz para merecer isso? não passa de uma "Zorra Total gourmet".

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now