Biografia do Maestro João Carlos Martins começa a ser filmada


Na última quinta-feira, 28/4, aconteceu na capital paulista a Coletiva de Imprensa para a divulgação do início das filmagens da cinebiografia do pianista e Maestro João Carlos Martins.

Estavam presentes: João Carlos Martins, os atores Alexandre Nero, Rodrigo Pandolfo, Caco Ciocler, Alinne Morais, Fernanda Nobre, o diretor e roteirista Mauro Lima, o produtor executivo Rômulo Marinho e a produtora Paula Barreto.


Com um orçamento de pouco mais de nove milhões e cem mil reais, o filme será rodado em São Paulo, Montevidéu e Nova Iorque e iniciaram as filmagens no dia 30/4. O produtor executivo contou que a capital uruguaia é uma cidade tão bonita, com seis teatros lindos, que possibilitará fazerem cenas que se passam em vários lugares do mundo. Dentre eles, Alemanha.

Com o título provisório de João, o Milagre das Mãos, a produtora conta que o título definitivo provavelmente será A Paixão Segundo João, uma sugestão do diretor.

Sobre a escalação do elenco, o diretor contou que como músico sempre se incomoda quando vê atores interpretando músicos, devido a erros de tempo na dublagem. Por isso escolheu atores que também são músicos, como Alexandre Nero e Rodrigo Pandolfo.

Interpretando o maestro na segunda fase do filme, Alexandre Nero comentou sobre a importância do biografado ter sua história contada, devido à sua enorme importância para a música e tudo que enfrentou em sua carreira. Segundo ele: "É muito bacana contar história de um cara que o Brasil não tem a menor ideia de quem é o João".


Rodrigo Pandolfo - que interpreta o biografado na primeira fase - falou sobre a felicidade de estar neste filme: "Sinto enorme gratidão de o universo me proporcionar este trabalho".


Carmen Martins, mulher do maestro, será interpretada por Fernanda Nobre e Alinne Morais - respectivamente na primeira e segunda fase. Alinne contou que recebeu o convite da própria D. Carmen e sente uma enorme sintonia com ela, o que ajudou muito a construir o personagem.


O pai de João Carlos Martins é interpretado pelo ator Caco Ciocler, que falou sobre um piano que comprou a pedido do filho, mas nunca usou. Quando pensava em doá-lo foi convidado a interpretar o pianista César Camargo Mariano e agora o pai do maestro, seu primeiro professor. Por isso acredita que não foi por acaso que comprou o instrumento. Sobre o personagem, ele diz: "Eu sempre quis fazer o Sr Miyagi, esses mestres, o treinador do Rocky Balboa. Então estou super feliz" - arrancando risadas dos presentes.


Toda a coletiva foi de muito bom humor, principalmente quando Caco Ciocler e João Carlos Martins falavam. O maestro mostrou como pode contar fases tão difíceis de sua vida de forma engraçada e descontraída. Revelou que procurou médicos em todos os países que visitou e aos 76 anos de idade ainda sente dores nas mãos diariamente.


A Paixão Segundo João tem tudo para ser um grande filme, portanto vamos aguardar seu lançamento em 2017.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now