Biografia do Maestro João Carlos Martins começa a ser filmada


Na última quinta-feira, 28/4, aconteceu na capital paulista a Coletiva de Imprensa para a divulgação do início das filmagens da cinebiografia do pianista e Maestro João Carlos Martins.

Estavam presentes: João Carlos Martins, os atores Alexandre Nero, Rodrigo Pandolfo, Caco Ciocler, Alinne Morais, Fernanda Nobre, o diretor e roteirista Mauro Lima, o produtor executivo Rômulo Marinho e a produtora Paula Barreto.


Com um orçamento de pouco mais de nove milhões e cem mil reais, o filme será rodado em São Paulo, Montevidéu e Nova Iorque e iniciaram as filmagens no dia 30/4. O produtor executivo contou que a capital uruguaia é uma cidade tão bonita, com seis teatros lindos, que possibilitará fazerem cenas que se passam em vários lugares do mundo. Dentre eles, Alemanha.

Com o título provisório de João, o Milagre das Mãos, a produtora conta que o título definitivo provavelmente será A Paixão Segundo João, uma sugestão do diretor.

Sobre a escalação do elenco, o diretor contou que como músico sempre se incomoda quando vê atores interpretando músicos, devido a erros de tempo na dublagem. Por isso escolheu atores que também são músicos, como Alexandre Nero e Rodrigo Pandolfo.

Interpretando o maestro na segunda fase do filme, Alexandre Nero comentou sobre a importância do biografado ter sua história contada, devido à sua enorme importância para a música e tudo que enfrentou em sua carreira. Segundo ele: "É muito bacana contar história de um cara que o Brasil não tem a menor ideia de quem é o João".


Rodrigo Pandolfo - que interpreta o biografado na primeira fase - falou sobre a felicidade de estar neste filme: "Sinto enorme gratidão de o universo me proporcionar este trabalho".


Carmen Martins, mulher do maestro, será interpretada por Fernanda Nobre e Alinne Morais - respectivamente na primeira e segunda fase. Alinne contou que recebeu o convite da própria D. Carmen e sente uma enorme sintonia com ela, o que ajudou muito a construir o personagem.


O pai de João Carlos Martins é interpretado pelo ator Caco Ciocler, que falou sobre um piano que comprou a pedido do filho, mas nunca usou. Quando pensava em doá-lo foi convidado a interpretar o pianista César Camargo Mariano e agora o pai do maestro, seu primeiro professor. Por isso acredita que não foi por acaso que comprou o instrumento. Sobre o personagem, ele diz: "Eu sempre quis fazer o Sr Miyagi, esses mestres, o treinador do Rocky Balboa. Então estou super feliz" - arrancando risadas dos presentes.


Toda a coletiva foi de muito bom humor, principalmente quando Caco Ciocler e João Carlos Martins falavam. O maestro mostrou como pode contar fases tão difíceis de sua vida de forma engraçada e descontraída. Revelou que procurou médicos em todos os países que visitou e aos 76 anos de idade ainda sente dores nas mãos diariamente.


A Paixão Segundo João tem tudo para ser um grande filme, portanto vamos aguardar seu lançamento em 2017.