MESTRE DOS GÊNIOS


Muita fumaça pra pouco fogo

Muitas vezes o trailer de um filme não faz jus ao seu conteúdo. Aqui, ele é tão bem executado que causa uma expectativa que não é atingida ao assisti-lo.

A sinopse é instigante: o editor de livros Maxwell Perkins (Colin Firth), editor de escritores renomados como F. Scott Fitzgerald (Guy Pearce) e Ernest Hemingway (Dominic West), descobre um novo talento: Thomas Wolfe (Jude Law). O jovem talento tem personalidade incontrolável e escreve exageradamente, cabendo ao editor reduzir os escritos até atingir o tamanho viável para um livro.


Com um elenco estelar, que ainda inclui Nicole Kidman (Terra Estranha, 2015) e Laura Liney (O Quinto Poder, 2013) o filme se leva a sério demais. Apesar do talento indiscutível dos atores, todos estão num registro próximo ao teatral, talvez porque O Mestre dos Gênios tenha sido dirigido por Michael Grandage, premiado diretor de teatro porém estreante em cinema.

Escrito pelo experiente John Logan (007 - Operação Skyfall, 2010), o longa-metragem parte de uma boa premissa, mas perde-se ao focar demais na relação do escritor com o editor. Também há um sério problema de montagem, pois o ritmo começa interessante, porém aos poucos vai ficando arrastado e cansativo, alongando-se demais. Seus 104 minutos parecem ter mais de 180.


Talvez o tema do filme seja exatamente o que lhe faltou: alguém que lhe editasse para que ganhasse ritmo.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now