MÁS NOTÍCIAS PARA O SR. MARS (Des nouvelles de La Planète Mars)


Um mergulho na psique

Más Noticias para o Sr. Mars, do diretor Dominik Moll (O Monge, 2011) apresenta uma fábula surreal da sociedade Francesa.

O Philippe Mars (François Damiens) tenta ser um bom pai, um adorável ex-marido, um bom colega e um compreensível irmão, mas parece viver na famosa "Lei de Murphy" onde nada está ao seu favor, o que o faz sentir como se a vida estivesse fora do controle e todos contra ele.


Há um poderio psicológico forte em cena na trama, onde o clima surreal caminha por momentos bizarros e excêntricos. Cada personagem age de acordo com o individualismo exacerbado - como se o outro não existisse - transformando a trama em monólogos verborrágicos.


O diretor - que também assina o roteiro - trás à tona uma série de acontecimentos inesperados que aos poucos leva o espectador a risadas, cena após cena, através de critica social. Elas surgem de modo sutil e ágil sem repetições, com ousadia a reflexão proporcionada levará a se tornar uma obra memorável.


O filme é uma grande metáfora da era atual no qual transforma sonhadores em grandes losers. Os personagens foram criados sob o individualismo, ou seja: não ligam, não falam, nem gostam de ouvir o outro, tampouco estar em público. Há falta de limites, regras, respeitos, em contrapartida sobram argumentos radicais, manias, fobias, ideais, dramas, anseios vividos e explorados no personagem Jerôme (Vicent Macaigne) e muita dose de ironia.


O espectador sofre junto com o protagonista a pressão social de uma selva rebelde de loucura, onde no final se liberta. Podemos categorizar como uma sessão de terapia em grupo em forma de catarse.