FESTIVAL VARILUX DE CINEMA FRANCÊS


O maior festival de cinema francês do mundo em nova edição

Na última quarta-feira aconteceu na capital paulista o lançamento do 17º Festival Varilux de Cinema Francês. O evento começou com uma coletiva de imprensa onde estavam presentes atores e diretores do novo cinema francês. Dentre eles, o rapper francês Sadek, que comentou que foi a primeira oportunidade que teve como ator e foi algo muito especial, uma vez que interpreta o filho do ator Gérard Depardieu no filme Tour de France, de quem sempre foi um grande admirador.


Também estava presente o cineasta Michel Reilhac - que atualmente dirige somente filmes em realidade virtual - e está no festival fazendo a curadoria de filmes do gênero. Uma oportunidade ímpar de se conhecer o que esse tipo de filme tem a proporcionar.


Após a coletiva, aconteceu no Espaço Itaú de Cinema a exibição gratuita do filme Perdidos em Paris, seguidos de um bate-papo com os roteiristas/diretores/atores canadenses Dominique Abel e Fiona Gordon. O encontro causou enorme surpresa no público, que não esperava poder conversar pessoalmente com os realizadores após a sessão.


Perdidos em Paris é uma belíssima comédia, com a ingenuidade e humor físico típicos de Charles Chaplin e Buster Keaton. O filme trás a última interpretação da atriz Emmanuelle Riva, indicada ao Oscar de Melhor Atriz com o filme Amor (Michael Hanecke, 2012) e falecida em janeiro deste ano, aos 89 anos.


Depois aconteceu a exibição - também gratuita - do filme O Filho Uruguaio, seguido de conversa com o diretor Olivier Peyon, do ator Ramzy Bédia e da atriz argentina Maria Dupláa. Na conversa, Peyon comentou sobre o alívio que foi passarem algumas semanas filmando na América do Sul, uma vez que morava muito perto da boate Bataclan e as filmagens aconteceram pouco depois do atentado ocorrido em 2015.

Bédia demonstrou grande simpatia ao abraçar a cada espectador que fazia comentários elogiosos ao filme.


À noite aconteceu a Cerimônia de Abertura do Festival, onde o público convidado pode escolher um dentre os cinco filmes exibidos, seguidos de uma breve conversa com seus realizadores.


Na capital carioca, o festival trás ainda um laboratório de roteiro coordenado por François Sauvagnargues. Na atividade, 15 projetos serão analisados por Corinne Klomp, Karine de Demo e Alain Layrac, professores do CEEA - Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual.


O 17º Festival Varilux de Cinema Francês acontece em 55 municípios brasileiros - divididos em 103 salas - e vai até dia 21 de junho. É possível assistir aos novos trabalhos de grandes nomes do cinema francês como Catherine Deneuve, Juliette Binoche, Marion Cotillard, Vincent Lindon e Omar Sy.


Para maiores informações: www.variluxcinefrances.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now