COLETIVA DE IMPRENSA: After (idem)


Em 15/03, pouco antes da coletiva de imprensa paulistana destinada ao lançamento no Brasil do filme After, tive a oportunidade de ver, em primeira mão, algumas cenas extraídas do longa-metragem adaptado do best-seller homônimo, escrito por Anna Todd.


Apesar da absoluta comoção causada junto ao público adolescente ali presente por conta da exibição deste material inédito, em termos gerais, me pareceu que After, dirigido pelo estreante Janny Gage, não vai muito além da típica temática que costuma caracterizar os filmes voltados ao público teen, tais como: descoberta e desilusão em relação ao amor, ritos de iniciação junto aos colegas de escola/faculdade, etc.


Porém, também me pareceu que ao menos o filme não o faz de forma politicamente correta, ou seja, não julga e nem oculta, um cotidiano regado a festas, bebida, drogas ilícitas, sexo casual, etc.


De qualquer modo, ao que tudo indica, o longa em questão deve ser mesmo muito mais voltado aos conflitos presentes no relacionamento entre o casal de protagonistas, vivido por Josephine Langford (7 Desejos, 2017) e Hero Finnes (Harry Potter e o Enigma do Príncipe, 2009).

Quanto à coletiva de imprensa propriamente dita, começou com relativo atraso e certo grau de desorganização, porém, graças ao visível entusiasmo dos ídolos teen ali presentes (Langford e Finnes), bem como da escritora e autora do romance homônimo, Anna Todd, no sentido de compartilhar suas experiências pré e pós realização do filme, foi agradável acompanhar tais relatos.


Pena que tenha sido tudo tão rápido: poucas perguntas realizadas por parte dos jornalistas e blogueiros ali presentes e, na sequência, uma brevíssima sessão de fotos com os atores e a escritora.


Merecem destaque, entre as perguntas feitas ao longo da coletiva, o momento em que um jornalista perguntou à Josephine Langford qual sua primeira impressão em relação ao Brasil. Ao que a bela atriz respondeu com boa dose de humor: "Faz apenas três horas que cheguei ao Brasil (mais especificamente a São Paulo) e, portanto, tudo que vi até agora, foi o trajeto que fiz do aeroporto até o hotel onde estou hospedada".


Por sua vez, ao responder a mesma pergunta, o jovem galã Hero Finnes, também investiu no senso de humor, disparando: "É bem mais quente do que a Inglaterra".


Também foram feitas, obviamente, algumas perguntas à escritora Anna Todd, das quais destaco o momento em que questionaram sobre o processo de adaptação de sua obra literária para o cinema, ao que ela prontamente respondeu: "Fiquei bastante feliz com o resultado dessa adaptação, até porque, tive liberdade para acompanhar todo o processo, inclusive, orientando diretamente os atores escolhidos, quanto à composição de seus personagens".


Em resumo, graças à evidente disposição por parte do jovem casal de atores, bem como da escritora em compartilhar suas experiências vividas durante a produção do longa e também suas expectativas em relação ao lançamento internacional, foi mesmo uma pena que a coletiva oficial tenha durado tão pouco...


This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now