O MISTÉRIO DE HENRY PICK (Le Mistère Henry Pick)


Mistério

O novo filme do diretor Rémi Bezançon (Nosso Futuro, 2015) é uma adaptação do romance homônimo de David Foenkinos.


Em uma biblioteca de livros recusados para publicação, uma jovem editora encontra um manuscrito excelente e imediatamente decide publicá-lo. O romance torna-se sucesso de vendas. Ocorre que seu autor Henry Pick era um pizzaiolo bretão que morreu dois anos antes da descoberta de seus escritos. O famoso crítico literário Jean Michel-Rouche (Fabrice Luchini) acredita haver uma farsa e decide investigar obstinadamente quem seria o verdadeiro autor da obra. Ressalte-se que é uma investigação amadora. Por ter feito carreira na literatura, este desconhece as ferramentas de averiguação.

A título de curiosidade, a película foi parcialmente filmada em Finistère, província de Crozon, Bretanha, entregando ao espectador uma paisagem belíssima.

Fabrice Luchini encarna o crítico literário, que faz uma investigação amadora. Ele está excelente no papel, fazendo ótimas expressões faciais e seus diálogos contém muita ironia. Estabelece uma boa dinâmica com Camille Cottin (Tal Mãe, Tal Filha, 2017) no papel de Josephine, filha de Henry Pick. As trocas verbais entre os dois, estão entre os pontos altos do filme, especialmente aquelas que referenciam a temática literária.


Alice Isaaz (Elle, 2016) interpreta Daphne Despero, jovem editora que descobre o livro na biblioteca. Esta namora com Frank Koskas (Bastien Bouillon), escritor em começo de carreira cujo primeiro livro fracassou.


O Mistério de Henri Pick traz em seu bojo o fato de que um bom livro pode perturbar a vida. Aborda também a preocupação dos editores em encontrar novos best-sellers para terem mercado, bem como a questão de que um bom livro sem marketing não obtém sucesso.


O filme transita entre a comédia e o suspense. Este deixa o espectador curioso para desvendar o mistério, ao mesmo tempo em que ri de uma comédia inteligente, com bons diálogos e muita ironia. O ritmo da obra é envolvente. O final é surpreendente e inesperado.

Tendo em vista que julho é mês de férias, o filme é diversão garantida para toda a família.



This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now