PRIMEIRAS IMPRESSÕES: "Vermelho Sol" (de Benjamín Naishtat)