top of page

BEEKEEPER - REDE DE VINGANÇA (BEEKEEPER)


JASON STATHAM ACIMA DA LEI

por Ricardo Corsetti


Costumo dizer que o ator britânico Jason Statham (Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes, 1998) se tornou um autêntico especialista na arte de interpretar a si próprio (risos). Mas o fato é que a perfeição e inegável carisma com o qual o ex-nadador profissional empreende tal tarefa, surpreendentemente, ainda tornam prazerosa e divertida a experiência de continuar assistindo a seus novos trabalhos.


Em Beekeeper (longa no qual ele assina a produção geral, aliás), obviamente, isso não é diferente. Pois todas as marcas características de um filme estrelado por Jason Statham, ou seja, tiro, porrada e bomba, estão presentes, é claro. Mas em doses ainda maiores e tecnicamente, muito bem realizadas. O diferencial aqui, em relação a outros trabalhos mais recentes do astro, é ver tudo isso sendo amparado e conduzido por um bom roteiro, capaz de realmente emocionar e fazer com que o espectador (sobretudo quem já passou ou possui um parente, normalmente idoso, que já passou pela situação) se identifique com o drama vivido pela simpática senhora, uma espécie de "segunda mãe" do protagonista, inclusive, ludibriada por golpistas profissionais e sem qualquer escrúpulo. O que, sem dúvida, irá despertar a ira e desejo de vingança, por parte do experiente "apicultor".


David Ayer (Esquadrão Suicida, 2016) conduz a boa trama - e também as sequências de ação vertiginosas - com muita competência. Num filme que - graças à persona auto-suficiente do protagonista - chega a lembrar o clássico Nico - Acima da Lei (Andrew Davis, 1988), estrelado por outro brucutu famoso: Steven Seagal.


Um ótimo programa de férias, sem dúvida, é ver Beekeeper na tela do cinema e saborear a deliciosa "justiça com as próprias mãos" (em termos metafóricos) empreendida por este carismático e invencível "apicultor" (também em sentido metafórico).

Afinal, preservar e proteger a colméia ou até, se for o caso, substituir uma "abelha rainha" corrupta, está acima de qualquer outro dever.




bottom of page