EDÚ FELISTOQUE DISPONIBILIZA FILMES GRATUITAMENTE




QUASE TODA A OBRA DO CINEASTA PAULISTANO JÁ ESTÁ EM SEU CANAL NO YOU TUBE


O diretor paulistano Edu Felistoque, autor de diversos longas-metragens (ficcionais, documentários e séries), visando democratizar o acesso à audiência, bem como aumentar o leque de acesso gratuito a produções na internet, decidiu disponibilizar em seu canal no You Tube, boa parte de sua obra.


Entre os filmes que lá agora podem ser vistos gratuitamente, estão, por exemplo, a "Trilogia da Vida Real" - projeto composto por 3 longas que dialogam entre si: Insubordinados (2014), Toro (2016) e Hector (2016) -, todos abordando histórias relacionadas ao cotidiano de policiais em São Paulo.


No referido canal, também podem ser vistos curtas-metragens, episódios das séries Buscando Buskers (documental sobre músicos de rua) e Bipolar (ficcional baseada em drama psicológico sobre as relações familiares e cotidianas).

Teasers de algumas produções inéditas, também podem ser vistos no canal de Edu Felistoque.


"Sempre percebi que o cinema nacional, infelizmente não chega de forma abrangente a todos os cinemas brasileiros. Boa parte de meus filmes participaram e foram premiados em festivais nacionais e internacionais, como também já foram exibidos em salas de cinema e canais de TV a cabo. No entanto, embora festivais, salas de cinema e canais de TV sejam de extrema importância, são pagos, só alcançando um público determinado. Daí surgiu a ideia de ampliar esse alcance, disponibilizando boa parte de minha produção no You Tube e assim colocar uma audiência maior e bem mais eclética em contato com meus filmes e séries", afirma o diretor.


*Ainda em 2021, o diretor planeja o lançamento do longa Cano Serrado (filme produzido, fotografado e montado por ele), em coprodução com a Globo Filmes e distribuição da H20, e também do documentário Cracolândia, vencedor do prêmio de melhor documentário no Europe Film Festival e também no 18th International Festival Signs of the Night Berlin 2020, além do prêmio documentário em destaque no Seoul International Short Film Festival.


Sinopse de alguns dos filmes disponíveis no canal do diretor:


Insubordinados

Drama/Policial - 2014, 82 min.

Com: Sílvia Lourenço.


*Primeiro filme da Trilogia da Vida Real, apresenta a arte e a criatividade como ferramenta de fuga de uma realidade angustiante. Insubordinados conta a história de Janete, que acompanha seu pai, um ex-policial que está internado num hospital. Em seu tempo livre, Janete escreve compulsivamente e desenvolve uma trama de ação surpreendente.


Toro

Drama/Policial - 2016, 85 min.

Com: Naruna Costa, Rodrigo Brassoloto, Felipe Krannenberg.


*Carlão (Rodrigo Brassoloto), mais conhecido como "Toro", leva uma vida completamente atormentada pelas lembranças da vida do crime. Após ter sido afastado da corporação e preso, ele foi solto e agora se sustenta trabalhando como motorista de táxi. Mesmo tentando com empenho, encontra dificuldades em enterrar sua antiga imagem, sendo esta a única possibilidade de seguir em frente.


Prêmios em festivais:

Cine PE 2017: Melhor Diretor (Edu Felistoque), Melhor Roteiro (Júlio Meloni/Edu Felistoque), Melhor Ator Coadjuvante (Lampi), Melhor Desenho de Som (Guilherme Picolo/Lucas Costable).


Hector

Drama psicológico/Policial - 2016, 78 min.

Com: Eudir de Souza e Sérgio Cavalcante.


*Filme que encerra a "Trilogia da Vida Real", mergulhando em uma viagem psicológica entre o passado e o presente da personagem e pergunta: O que nos move? Impossível é entender os caminhos que a nossa mente pode tomar para poder suprimir a dor.


Imersão

Drama/Suspense - 2009, 90 min.

Com: Marisol Ribeiro, Giselle Itié, Rodrigo Brassoloto, Alexandre Barillari, Rubens Caribé e Wander Wildner.


*12 de maio de 2006 - o "Onze de Setembro Brasileiro". Cidades Inteiras são atacadas por uma organização criminosa, aterrorizando a população e mobilizando a força policial. Toda a mídia volta as suas lentes para o caso.


Prêmios em festivais:

Festival de Cuba: Melhor Filme (pela crítica);

Festival de Toronto: Melhor Trilha Sonora;

Festival de Natal: Melhor Diretor (Edu Felistoque) e Melhor Montagem.


Para se inscrever, CLIQUE AQUI.