CONCURSO DE ROTEIROS - JÚRI

Marcílio Moraes

Marcílio Moraes nasceu em Petrópolis, RJ. Contista, romancista, dramaturgo, autor-roteirista.

Estudou Letras na antiga Faculdade Nacional de Filosofia, FNFi. Foi professor, tradutor, jornalista, crítico de teatro, publicitário, revisor, dicionarista e assessor técnico da Fundação Nacional de Arte – Funarte.

Publicou seu primeiro conto em 1969, na revista Cadernos Brasileiros. No início da década de 70, escreveu contos e, sob pseudônimo, livros de aventura vendidos em bancas de jornal.

Em 1974 começou a escrever para teatro. Entre suas peças estão Mumu – A Vaca Metafísica, Sonata sem dó, Correntes Aracelli. Ganhou prêmios do antigo Serviço Nacional de Teatro e prêmio de Revelação de Autor, da Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA.

 

Na década de 80, passou a escrever para televisão. Iniciou sua carreira na Rede Globo, numa minissérie de Ferreira Gullar e Armando Costa, chamada A Juíza (inédita). Depois fez Roque Santeiro, com Dias Gomes. E continuou nas telenovelas. Escreveu Roda de Fogo, Mandala, Mico Preto, Sonho Meu e o remake de Irmãos Coragem, além das minisséries Laércio é Nosso Rei, Noivas de Copacabana, Dona Flor e Seus Dois Maridos e Chiquinha Gonzaga, e especiais, A Grande Família, O Dia Mais Quente do Ano Aventuras de um Barnabé.

 

No final de 2002, saiu da Globo e lançou seu primeiro romance, O Crime na Gávea, pela editora 7 Letras (2003). Foi eleito presidente da Associação dos Roteiristas, cargo que ocupou até 2010.

Em 2005, foi contratado pela TV Record, onde escreveu as novelas Essas Mulheres, Vidas Opostas (com a qual ganhou o Troféu Imprensa) e Ribeirão do Tempo, além dos seriados A Lei e o Crime (2009) e Fora de Controle (2011).

Seu romance O Crime da Gávea foi adaptado para o cinema e lançado em 2017.

Está no mercado audiovisual há mais de 20 anos. Iniciou a carreira como diretor e ator, tendo alguns trabalhos na televisão, teatro e cinema, passando a produtor até se encontrar como roteirista. Integra a equipe de roteiristas liderados pela autora Iris Abravanel, que já escreveram sete novelas e um seriado e atualmente estão na segunda temporada da novela As Aventuras de Poliana.
Carlos Henrique ganhou vários prêmios em festivais internacionais de roteiro. Hoje tem dois projetos de longa-metragem em andamento: um em Hollywood e outro no Reino Unido.

Carlos Henrique Marques

Antônio de Freitas

Antônio de Freitas nasceu em Goiânia - Goiás. Diretor de Arte, Autor Roteirista e Crítico de Cinema.

Se formou pelo Centro Sperimentale di Cinematografia di Roma e foi professor de arte e roteiro, crítico de cinema, contista, diretor de arte e cenógrafo e roteirista.

Nos anos 90 participou da concepção e produção das Séries Castelo Ra Tim Bum e Cocoricó na TV Cultura, Disney Cruj e Disney Club no SBT. No início dos anos 2000 fez o mesmo com  Patrulha Nick na Nickelodeon, 9mm São Paulo na Fox e Brasil Nex Top Model na Sony. Nos anos 2010 fez programas como Desafio da Beleza, Por um Fio, Cozinheiros em Ação e Que Seja Doce na GNT, 171 Negócios de Família na Universal, Máximo & Confúcio na TV Cultura.

Participou como consultor, colaborador e diretor de arte nos longas-metragens: Anésia, um Vôo no Tempo (Ludmila Ferolla, 2000), Os Xeretas (Michael Ruman, 2001), Magal e os Formigas (Newton Cannito e Michael Ruman, 2016), Querida Mamãe (Jeremias Moreira Filho, 2017), Carmo (Murilo Pasta, 2009) e Predestinado (Gustavo Fernández, 2020).

Atualmente é o autor do roteiro original que deu origem à Série Spectros na Netflix.

Vicente Vianna

Vicente Vianna tem uma produtora audiovisual chamada STUFF Filmes que atende empresas de grande porte, como VALE, Fundação Roberto Marinho, EMUSA, LIGHT, AVON, BROOKFIELD, NET/RIO, etc. Fez o roteiro e a direção de programas de TV para o Canal Futura – Sala de Notícias. Trabalhou na TV UniverCidade como Redator e Supervisor de Roteiros, tendo também ministrado a Técnica de Linguagem Audiovisual para Televisão aos alunos estagiários.

Vencedor do Concurso de videoclipe com o roteiro e direção para o músico Marcelo D2 promovido pelo canal Globosat Multishow/2006. Finalista, classificado entre os 10 melhores roteiros no concurso Dirija seu Talento, promovido pelo canal Globosat USA Network para todo Brasil. Roteirista e diretor do curta Gota d’água, participante do Primeiro Festival JB de Cine-Digital e do curta A Reunião feito no SENAC/RJ. Também escreve esquetes de humor para internet (algumas no programa que também produziu chamado Dedo Indicador) e contos ainda não publicados. Atualmente está filmando dois curtas de sua autoria.  

 

Formado pela FACHA/RJ em Jornalismo e Publicidade & Propaganda. Fez aulas particulares com Jorge Duran (roteirista de Pixote, Lucio Flávio - passageiro da agonia). Fez a Oficina de Roteiro da Rio Filme e inúmeros cursos de roteiro com profissionais da área.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now