FESTIVAL DE CURTAS-METRAGENS - JÚRI

RT.jpg

Rodrigo Teixeira

produtor

Iniciou a carreira nos anos 1990 através da aquisição de direitos autorais de livros. No início dos anos 2000, encomendou a coleção de livros Camisa 13, em que autores como Nelson MottaWashington Olivetto e Ruy Castro escreveram cada um uma obra sobre o time de seu coração. O livro sobre o Palmeiras se transformaria, em 2005, no filme O Casamento de Romeu e Julieta, dirigido por Bruno Barreto. Em 2006, lança com sua produtora RT Features o seu primeiro longa: O Cheiro do Ralo, adaptação dirigida por Heitor Dhalia do romance de Lourenço Mutarelli.

Frances Ha (2012), dirigido por Noah Baumbach, foi o primeiro sucesso internacional da carreira do produtor, que nos anos seguintes se consolidaria com filmes como A Bruxa (sucesso indie de crítica e bilheteria), Mistress America e Me Chame Pelo seu

Nome, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor filme. No Brasil, também viria a produzir AlemãoTim Maia e O Abismo Prateado.

É membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, além de ser sócio em uma Joint Venture com Martin Scorsese para o investimento em novos diretores. Em 2019, produziu o longa brasileiro A Vida Invisível (de Karim Ainouz), escolhido para representar o Brasil no Oscar e vencedor do prêmio Un Certain Regard no Festival de Cannes. Também em Cannes exibiu pela primeira vez O Farol, segundo longa-metragem de Robert Eggers, vencedor do prêmio da crítica internacional FIPRESCI. Estreou no festival de Veneza os longas The Wasp Network, dirigido por Olivier Assayas e estrelado por Wagner Moura, e Ad Astra, ficção científica dirigida por James Gray e protagonizada por Brad Pitt.

RODRIGO TEIXEIRA VAI MANDAR UMA ANÁLISE POR ESCRITO DOS ROTEIROS VENCEDORES DE NOSSO CONCURSO DE ROTEIROS DE CURTA E LONGA-METRAGEM.

Augusto Madeira

ator

Atuante no teatro, televisão e, principalmente no cinema, ele é reconhecido por diversos personagens cômicos e dramáticos. É vencedor do Grande Otelo de melhor ator coadjuvante, prêmio da academia brasileira de cinema, em 2018, por Bingo: O Rei das Manhãs.

Nascido no Rio de Janeiro, Augusto iniciou sua carreira como ator no teatro. Além de atuar, também trabalhou como diretor, locutor e preparador de elenco.

 

Madeira afirma que ser ator não era sua prioridade quando jovem. Começou a atuar como um hobby sem intenções profissionais, mas com o tempo decidiu se profissionalizar na área.

Inicialmente, começou fazendo pequenas peças de teatro junto com amigos, até se profissionalizar na área da atuação. No teatro, acumula mais de 50 peças, entre espetáculos adultos e infantis.

augustomadeira.jpg

No cinema, começou fazendo aparições em curta-metragens, chegando a ganhar prêmios de melhor ator. Em seguida, passou a fazer parte de grandes produções nacionais se tornado um dos atores que mais constantes no país, sendo ao todo mais de 60 filmes.

Desde 2009, coordena e ministra oficinas de preparação para novos apresentadores no canal Multishow. É recordista em aparições na série Cilada, estrelado por Bruno Mazzeo. Em 2015, foi ao ar com a série Os Experientes, da Rede Globo, dirigida por Fernando Meirelles, e integrou o elenco do programa humorístico indicado ao Emmy Zorra, também na Rede Globo.

Entre seus tantos prêmios estão os do Festival de Cinema de Brasília, Cine PE, Festival de Cinema de Gramado, Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, Los Angeles Brasilian Film Festival e muitos outros.

João Daniel.jpg

João Daniel Tikhomiroff

diretor/produtor

Sócio e fundador da produtora de vídeo Mixer, como diretor de comerciais, ganhou 41 Leões no Festival de Publicidade de Cannes, tornando-se o segundo diretor mais premiado no festival. É o único diretor latino-americano selecionado entre os 32 melhores do mundo no The Commercial Book (D&AD British Yearbook).

 

Recebeu prêmios nos principais festivais no Brasil, como Festival do Rio (Grand Prix, Ouro e Prata), Anuário de Criação do Clube de Criação de São Paulo (Ouro, Prata e Bronze), Prêmio Caboré, dentre outros.

 

Produziu dezenas de séries dramatúrgicas e documentários para as principais redes de TV, nacionais e internacionais, recebendo várias

CONVIDADO INTERNACIONAL

Javier Drolas

ator

Formado em artes plásticas e em música, é ator com trabalhos efetuados no Brasil, Espanha, México, Colômbia, Chile, entre outros países.

Ficou famoso ao protagonizar o filme argentino Medianeras (de Gustavo Taretto, 2011). No Brasil participou da minissérie A Menina Sem Qualidades (2013) da MTV, que foi dirigida por Felipe Hirsch.

Depois protagonizou os filmes Severina (2016), também de Felipe HirschO Livro dos Prazeres, de Marcela Lordy.

javier drolas.jpg

CONCURSO DE ROTEIROS

elena.jpg

Elena Soárez

roteirista

Formada em Economia pela PUC e mestre em Antropologia social pela UFRJ, despontou internacionalmente ao escrever o filme Eu, Tu, Eles (Andrucha Waddington, 2000). Também roteirizou o filme Gêmeas (1999), do mesmo diretor. Em parceria com Cláudio e Fernanda Torres escreveu o roteiro de Redentor (2003), dirigido por Cláudio Torres. Participou do roteiro de Vida de Menina (2004), de Helena Solberg, vencedor, entre outros, do Kikito de melhor roteiro no Festival de Gramado. Para a TV, escreveu a série Filhos do Carnaval, que Cao Hamburger dirigiu para a HBO, e alguns episódios de Cidade dos Homens, dirigida por César Charlone, Kátia Lund, entre outros. Em 2018, foi corroteirista da série O Mecanismo, produzida para a Netflix, e dirigida por José Padilha

CURADORIA

Antônio de Freitas

antonio.jpg

Antônio de Freitas nasceu em Goiânia - Goiás. Diretor de Arte, Autor Roteirista e Crítico de Cinema.

Se formou pelo Centro Sperimentale di Cinematografia di Roma e foi professor de arte e roteiro, crítico de cinema, contista, diretor de arte e cenógrafo e roteirista.

Nos anos 90 participou da concepção e produção das Séries Castelo Ra Tim Bum e Cocoricó na TV Cultura, Disney Cruj e Disney Club no SBT. No início dos anos 2000 fez o mesmo com  Patrulha Nick na Nickelodeon, 9mm São Paulo na Fox e Brasil Nex Top Model na Sony. Nos anos 2010 fez programas como Desafio da Beleza, Por um Fio, Cozinheiros em Ação e Que Seja Doce na GNT, 171 Negócios de Família na Universal, Máximo & Confúcio na TV Cultura.

Participou como consultor, colaborador e diretor de arte nos longas-metragens: Anésia, um Vôo no Tempo (Ludmila Ferolla, 2000), Os Xeretas (Michael Ruman, 2001), Magal e os Formigas (Newton Cannito e Michael Ruman, 2016), Querida Mamãe (Jeremias Moreira Filho, 2017), Carmo (Murilo Pasta, 2009) e Predestinado (Gustavo Fernández, 2020).

Atualmente é o autor do roteiro original que deu origem à Série Spectros na Netflix.

VIcente.jpg

Vicente Vianna

Vicente Vianna tem uma produtora audiovisual chamada STUFF Filmes que atende empresas de grande porte, como VALE, Fundação Roberto Marinho, EMUSA, LIGHT, AVON, BROOKFIELD, NET/RIO, etc. Fez o roteiro e a direção de programas de TV para o Canal Futura – Sala de Notícias. Trabalhou na TV UniverCidade como Redator e Supervisor de Roteiros, tendo também ministrado a Técnica de Linguagem Audiovisual para Televisão aos alunos estagiários.

Vencedor do Concurso de videoclipe com o roteiro e direção para o músico Marcelo D2 promovido pelo canal Globosat Multishow/2006. Finalista, classificado entre os 10 melhores roteiros no concurso Dirija seu Talento, promovido pelo canal Globosat USA Network para todo Brasil. Roteirista e diretor do curta Gota d’água, participante do Primeiro Festival JB de Cine-Digital e do curta A Reunião feito no SENAC/RJ.

Também escreve esquetes de humor para internet (algumas no programa que também produziu chamado Dedo Indicador) e contos ainda não publicados. Atualmente está filmando dois curtas de sua autoria.  

 

Formado pela FACHA/RJ em Jornalismo e Publicidade & Propaganda. Fez aulas particulares com Jorge Duran (roteirista de Pixote e Lucio Flávio - Passageiro da Agonia). Fez a Oficina de Roteiro da Rio Filme e inúmeros cursos de roteiro com profissionais da área.