PARA MINHA AMADA MORTA



Uma trama de suspense, envolvendo um jovem viúvo e seu pequeno filho, vivendo o luto e a falta da mulher amada e da mãe. Uma história de amor, bem sucedida durante sete anos, no entanto, revela que, por trás disso, ou ao lado disso, havia uma traição. O mundo desaba diante de fitas picantes de VHS, que a amada fazia com seu amante.


Daí para a obsessão com o assunto à busca e aproximação do agressor e um plano de vingança, é um pulo. Aly Muritiba, porém, não faz um filme convencional. Seu suspense se converte em drama psicológico e as expectativas se revertem. Ou seguem os caminhos da mente e das emoções e não o das convenções.


Com sequências muito bem filmadas, bom elenco e sensibilidade, o filme surpreende pela profundidade com que aborda o tema, tão batido, da vingança.


Há duas ou três sequências estranhas, difíceis de serem aceitas, pela velha questão da verossimilhança. Mas é um problema menor, numa narrativa tão consistente como a de Para Minha Amada Morta.


This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now