AS TARTARUGAS NINJA - Fora das Sombras


O filme Tartarugas Ninjas foi um grande sucesso nos anos 80, todas as crianças queriam ser como eles, então em 2014 os produtores tiveram a brilhante ideia de trazer os quelônios de volta, conseguindo logo em seguida uma continuação, prometendo ser melhor que o primeiro e ainda sendo fiel ao material original.


O segundo filme continua de onde o primeiro parou. Leonardo e seus irmãos vivem para proteger a cidade de Nova York. Tudo ia bem até Destruidor fugir da prisão e se juntar a um alienígena chamado Kraang para dominar o mundo, criando dois seres abomináveis: Bebop e Rocksteady, com a ajuda da repórter April O’Neil e do policial Casey Jones.


O primeiro longa-metragem, apesar de um sucesso nas bilheterias, não foi tão bem recebido pela crítica. Com a continuação, os produtores quiseram corrigir as falhas do filme original, para agradar tanto um público novo quanto os fãs do desenho antigo.


Acontece que Fora das Sombras repete os erros: acerta no espírito das tartarugas, mas erra em todo o resto. Existe uma pobre caraterização do mundo, a falta de cuidado com o material original é sentida constantemente.

Outro erro é não dar espaço para as tartarugas brilharem. Tem muitos arcos narrativos propostos dentro de um roteiro apressado, onde coloca os quatro irmãos quelônios como cenário de luxo. A falta de motivação concreta para os envolvidos na história é igualmente horrível, deixando de lado pontos importantes de qualquer roteiro cinematográfico.


O diretor Dave Green (Terra para Echo, inédito) se limita a imitar os movimentos do produtor Michael Bay (da franquia Transformers), que por sua vez deixa sua digital em todas as cenas do filme, o que rouba qualquer identidade que essas novas tartarugas estavam querendo alcançar, tornando-se um subproduto de outra franquia mais rentável.


Existe uma subestimação do público infantil latente em todo filme. A falta de esforço chega a ser triste, copiando o desenho descaradamente, apenas para apelar para a nostalgia. Faltou carinho dos envolvidos, para adaptar um filme digno das Tartarugas Ninjas, um filme que a nova e a velha geração merecessem. O que vi foi apenas mais um filme esquecível. Meu conselho: fique com o desenho, é bem melhor.


This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now