A ACADEMIA DAS MUSAS ( L’accademia delle muse)


Incorporação de conflitos

Uma única câmera, cotidiano acadêmico, disputa de opiniões e a defesa de uma tese reunida em cortes bruscos que remetem a um bate-papo comum entre alunos e o professor, criando uma ponte entre o diálogo e os pensamentos inquietos. A Academia das Musas seduz paulatinamente seu público através de sua poesia.


O diretor José Luís Guerin (Guest, 2010) - gênio de palavras provocativas por tradição - explora conflitos pessoais e profissionais na sala de aula unicamente através de um diálogo. Estabelece uma relação com as referências clássicas de literatura que se mantém conhecidas por anos apenas ao utilizar a palavra. Dentre elas, sugere que o amor só passou a existir após o surgimento de Dante Alighieri e sua musa Beatriz.


Há um conflito passional nítido entre professor Rafaelle Pinto e alunas - marcado através de suas "pupilas" Mireia Iniesta e Emanuela Forgetta - que por vários momentos nos leva a fazer uma reflexão sobre os temas abordados. As imagens estabelecidas entre o olhar - através da câmera - e as situações vividas pelas alunas, mostra que todas são reféns da sedução do professor, tornando-se musas exclusivas dele e ao mesmo tempo um ideal feminino de conduta.

O questionamento que surge em aula e é conduzido por Guerin aumenta gradativamente a cada relato dos alunos - entre reflexão e circunstâncias pessoais vividas - que por vários momentos leva o público a refletir no que é ser musa sem distanciar a razão do sentimento mesmo despertando o desejo nos outros.


A inspiração para se tornar ou notar uma musa é utilizar as circunstâncias da vida, do cotidiano como fonte única sem a necessidade de mostrar minuciosamente os sentimentos que passam pela cabeça de cada personagem. Assim como os grandes gênios literários - que procuravam na literatura explorar os conflitos internos de suas personagens utilizando as mulheres como foco - Guerin baseia-se nelas como fonte de inspiração na qual pressiona em sala de aula - e fora dela - cada detalhe, pensamento e atitude de suas pupilas. Com o diferencial de que ser musa não se aplica apenas ao gênero feminino como também ao masculino e por vezes em sensações que temos. A expressão musa serve para tudo aquilo que prende a atenção e provoca mudanças motivacionais.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now