MELHORES AMIGOS (The Little Men)


A amizade será testada

Com um orçamento mediano, diálogos precisos e brilhantes, e boas atuações mirins, o diretor e roteirista Ira Sachs (O Amor é Estranho, 2014) realiza em Melhores Amigos um drama sobre amizade, passagem para a vida adulta e valores humanos no capitalismo selvagem no bairro do Brooklyn, Nova Iorque.


Com o falecimento do avô paterno, o desenhista e introvertido adolescente Jake Jardine (Theo Taplitz) e sua família se mudam para o apartamento em cima do ateliê da Leonor Cavelli (Paulina García), imigrante colombiana, inquilina do avô e mãe de Tony (Michael Barbieri), o extrovertido garoto com quem irá viver uma grande amizade. Tony quer entrar no La Guardia High School para se tornar ator, admira Brian (Greg Kinnear) - o pai de Jake - e o tem como exemplo, embora o Sr. Jardine não tenha sucesso ou remuneração em seus papéis, o que torna a médica e psicoterapeuta Kathy Jardine (Jennifer Ehle) o sustento da família. Para ajudar o amigo e dar apoio moral, Jake também irá fazer o teste de admissão.

O aluguel do ateliê estava muito abaixo do mercado, o novo preço atualizado tornaria impossível a permanência de muitos anos de Leonor naquele bairro. A partir daí, nasce o conflito. Os dois amigos farão voto de silêncio para os pais, Leonor vai atrás dos seus direitos e Brian revê toda a sua vida até aquele momento.


O drama não é um festival maniqueísta. Não é sobre os americanos gananciosos impedindo os pobres latinos de ter uma vida digna na terra da liberdade ou a amante do falecido que rouba a herança da família. Aqui todos tem seus motivos, seus meios de conseguir o que querem e sabem o que já fizeram em vida pelo falecido que gerou o ponto de virada nos personagens adultos. Os garotos apenas querem viver o lado bom da vida juntos.


Essa idéia de filhos fazendo votos de silêncio para os pais foi muito explorada nos filmes de Yasujirô Ozu (1903 - 1963): Meninos de Tóquio (1932) e Bom dia (1959). A temática da amizade é pouco explorada em filmes de passagem da juventude para a fase adulta cujo foco é mais romance de escola ou de verão. Até mesmo no drama, há quem questione a sexualidade dos personagens. Para estes, a cena da festa matinê adolescente tira algumas dúvidas.


O professor de teatro da vida real de Michael Barbieri, Mauricio Bustamante, faz uma ponta no filme como professor da ficção na cena de exercícios teatrais. O fato contribuiria para a entrada de Michael na La Guardia após o fim das filmagens. Theo Taplitz tem apenas curtas-metragens no seu portifólio, sendo este seu primeiro longa.

Mulheres fortes, diálogos afiados e amizade plena são a fórmula para comover os que forem assistir a esse drama.



This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now