CRIMES EM HAPPYTIME (The Happytime Murders)


Boa produção, resultado mediano


Com direção de Brian Henson (Muppet - Ilha do Tesouro, 1996), Crimes em Happytime conta a história da detetive Connie Edwards (Melissa McCarthy), que forma parceria com seu parceiro muppet Phil Phillips para descobrir o assassino do elenco do programa de televisão The Happytime Gang.


Com uma trama no estilo detetive noir, elementos cômicos num universo aditivo por sexo, drogas (açúcar) e vingança, a comédia rende alguns risos e gargalhadas, mas é só isso. A nostalgia de assistir muppets numa realidade humana é divertido, tal qual é absurda.


O elenco conta com participação de Elizabeth Banks (Power Rangers, 2015) e Maya Rudolph (Gente Grande, 2010). Banks é um talento desperdiçado, uma personagem que tem como marca o relacionamento com um muppet. Já Rudolph leva mais humor à narrativa, em todos os momentos vê-se a sagacidade da comediante contracenando com o boneco protagonista, Phil. E sobre McCarthy, ela já esteve melhor anteriormente.

Não há nada de novo, é tão ruim que é bom. Precisa de muita boa vontade para mergulhar na fantasia proposta por Henson. Fora isso, é uma produção interessante mas que deixa a desejar. Grande orçamento, trabalho duro, no entanto fica a dica: assista em casa quando lançar em streaming.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now