VERGEL (idem)


Morte e Vida


Kris Niklison é uma artista de performance nascida em Buenos Aires, Argentina. Seu trabalho é caracterizado por personagens pessoais e poesia visual, manifestando-se em shows de dança e recentemente em filmes. Já recebeu prêmios como atriz, criadora e diretora de teatro, coreógrafa e cineasta.


Atualmente desenvolve seus projetos cinematográficos entre Buenos Aires e São Paulo. Seu primeiro filme Diletante (2008) ganhou prêmio em festivais da Argentina e Cartagena. Vergel (2017) seu segundo filme, foi premiado no Incaa-Ancine Contest e no 19º BAFICI, aclamado pela crítica.


A película aborda a vivência de uma mulher brasileira (Camila Morgado), que, em férias em Buenos Aires com seu marido, o perde devido a um acidente. Ela espera o corpo dele em meio a muita burocracia, o que torna a espera longa. Sozinha, começa a perder a noção do tempo e da realidade. Está hospedada num apartamento repleto de plantas, mas não consegue cuidar delas. Uma vizinha (Maricel Álvarez) se oferece para ajudar a regar, e a viúva encontra na desconhecida alguém para partilhar sua dor.

A obra se utiliza de closes para trazer o espectador para mais perto das emoções da personagem que está sozinha, desesperada, sem rumo e em terra estranha, mas que aos poucos se levanta e reaprende a viver. O foco do filme é esse difícil processo. A viúva passa os dias no apartamento e as plantas que estão no terraço simbolizam a vida, bem como a rua que pode ser vista de lá. No ambiente interno, o luto, no externo, a vida.


Camila Morgado se expõe totalmente aos closes e sua interpretação é maravilhosa. Maricel Álvarez, a vizinha que se oferece para ajudar a regar as plantas, em alguns momentos é cômica em outras romântica.


A fim de satisfazer a curiosidade do leitor/espectador, Vergel - tanto em português quanto em espanhol - significa terreno plantado de árvores frutíferas.


O filme aborda uma situação difícil e complexa, a viuvez repentina e a espera do corpo em terra estranha, centrando nas emoções, que parece ser a principal preocupação da diretora. A obra é densa e profunda, um filme para não se deixar de ver.


This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now