HORROR EXPO


Uma experiência apavorante

por Jhuliano Castilho


Pela primeira vez no Brasil, a Horror Expo trouxe a magia dos filmes de terror à capital paulista. Os fãs de terror podem comemorar. A feira que reuniu grandes nomes do gênero, além de diversas atrações, palestras e até lojas inspiradas nos principais filmes e personagens do horror, foi mesmo um sucesso!

Como toda primeira edição, rolaram alguns contratempos, é claro. Mas nada que tenha de fato prejudicado o êxito da grande "festa do horror".


O evento - antes anunciado para o Expo Center Norte - foi transferido de última hora para o Parque de Exposições do Anhembi, o que gerou uma certa confusão, pois, na mesma data e horário, estava ocorrendo ali também a Expo Cristã. Num mesmo espaço, dividido por tapumes, ocorreram tanto o evento gospel quanto o de terror.


Para se chegar à Horror Expo era preciso passar pela portaria da Expo Cristã, o que obviamente gerava um estranhamento junto aos frequentadores do evento cristão que, afinal de contas, foram a um evento gospel e de repente se vêem esbarrando com demônios, monstros e outros personagens típicos de filmes de terror, compartilhando com eles a mesma passarela.


Era até mesmo possível ouvir o som produzido pelas atrações gospel estando na Horror Expo, sobretudo no local onde foi montado o cinema, o que obviamente prejudicava o áudio dos filmes que estavam sendo exibidos, dentre eles, a pré-estreia exclusiva de Zumbilândia 2. Foram ainda anunciadas atrações que nem existiram de fato. Talvez em função da mudança repentina de endereço do evento. Mas vale ressaltar que o evento contou com grandes convidados: Mick Garris (roteirista de Abracadabra e A Mosca 2), além de Saco de Ossos (Bag of Bones, 2011), minissérie O Iluminado (The Shining - miniseries, 1997), A Dança da Morte (The Stand, 1994), Sonâmbulos (Sleepwalkers, 1992), Psicose IV - A Revelação (Psycho IV - The Beginning, 1990), Histórias Maravilhosas (Amazing Stories, 1985). Ele falou de suas parcerias com Steven Spielberg e Stephen King.


Também aconteceu a entrevista com a atriz, escritora e produtora Naomi Grossman - a "Pepper" de American Horror Story - que contou como foi o processo de maquiagem e as dificuldades que encontrou ao migrar de figurante na segunda temporada à personagem de destaque na terceira.


Liz Marins, a filha do lendário José Mojica Marins, o "Zé do Caixão" - outro que a princípio viria também ao evento, mas por conta de sua saúde frágil acabou não podendo comparecer e mandou um recado ao público presente por intermédio de sua filha - interpretou o recado no palco, como se de fato estivesse ali encarnando seu pai, fato bizarro que casou bem com o espírito do evento.


É fato que filmes de horror fazem sucesso no Brasil, assim como também séries e games, porém não havia por aqui nada de grande porte para atender tais fãs. "E foi aí que resolvemos entrar nesse mercado", disseram Ricardo Campos e Victor Piiroja, idealizadores do evento.


Além dos convidados especiais, houve muitas atrações imersivas, tais como um trem fantasma de realidade virtual, um labirinto do terror feito com ônibus antigos e também algumas "atrações de escape".


Houve também a recriação de cenários do novo filme Doutor Sono, continuação de O Iluminado (Stanley Kubrick, 1980), que estreia por aqui em novembro.

A presença da boneca original de Annabelle (não a amaldiçoada, mas sim a utilizada no filme), também foi digna de nota.


Outra atração foi o concurso Colormake de maquiagem que contou com maquiadores competindo entre si, ao longo dos três dias do evento, visando as melhores maquiagens de monstro que, na sequência, se apresentaram no palco, em lindas performances. Teve ainda o concurso Cosplay, com personagens de terror e vilões de filmes. Entre as atrações musicais, passaram pelo palco as bandas Deathstars, The Secret Society e Midnight Danger, além do grupo de K-pop High School.


O espaço Horror Artist's Pavillion reuniu 150 artistas - entre quadrinistas, escultores, artesãos e escritores - expondo e vendendo seus trabalhos. A primeira "Expo Horror" no Brasil, teve um público muito bom, e, portanto, já está confirmada sua segunda edição.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now