INFIDELIDADE (An Affair to Die For)


ECOS DOS ANOS 90

por Ricardo Corsetti Os já saudosos anos 90 foram célebres em se tratando de realizar uma série de "thrillers eróticos", com alguns dos mais bem sucedidos filmes do período, pérolas como Instinto Selvagem (Paul Verhoeven, 1992) e Orquídea Selvagem (Zalman King, 1990), por exemplo, levaram multidões aos cinemas. Dito isso, Infidelidade (2019), dirigido pelo espanhol Victor García (A Amaldiçoada, 2015) bebe claramente nessa fonte e o faz com relativa competência, embora sem apresentar maiores novidades ao subgênero.

Aliás, no meu entender Infidelidade na verdade se assemelha muito mais ao clássico filme "noventista" Morando com o Perigo (1990), dirigido por John Schelesinger, no qual víamos o mesmo jogo de sedução e tortura psicológica estabelecido entre um casal e seu sequestrador. Porém, ao contrário do que ocorria no clássico filme de referência, em Infidelidade quem realmente se destaca não é a figura do psicótico sequestrador, mas sim sua vítima, vivida pela bela e charmosíssima Claire Forlani (Encontro Marcado, 1998). Graças a um protagonista insípido, a experiente e carismática atriz realmente rouba a cena e acaba conduzindo toda a trama que havia se desenrolado a partir do que deveria ser um jogo de manipulação entre um casal de adúlteros e seu sequestrador (ou punidor).

Embora sem maiores novidades a acrescentar ao subgênero thriller erótico chique, Infidelidade cumpre relativamente bem sua função de entreter e às vezes até deliciar o espectador com sua trama sensual razoavelmente perversa.

*Já disponível para locação e venda mas seguintes plataformas:

Now, Looke, Vivo Play, Google Play, Microsoft, iTunes e Sky Play.



This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now