You Tube Premium vale a pena?

Será que vale a pena assinar mais um serviço de streaming?


por Jhuliano Castilho

Já temos o tão consagrado Netflix, Amazon Prime, os serviços Telecine Play, HBO Go e tantos outros de streaming onde temos conteúdos exclusivos ou até a programação em nossas TV por assinatura. Alguns ainda para chegar ao Brasil, como o streaming da DC Comics e da Disney.


Mas qual a vantagem do novo serviço do YouTube já que o YouTube sempre foi gratuito? Vale a pena pagar R$ 20,99 por mês?


Além de poder baixar os vídeos e músicas e não precisar ver propagandas, o YouTube agora está produzindo séries exclusivas, que pelas duas que eu já assisti valem o mês de degustação grátis. Não que sejam ruins, pelo contrário, as duas séries que eu vou falar aqui são muito boas,

mas são de 10 episódios em média com 30 minutos de duração por episódio. Em um mês é possível maratonar todas, pois são cerca de 23 séries desde a última vez que eu vi. Para um viciado em séries não é difícil zerar o serviço.


Em resumo, não acho que vale à pena ainda o YouTube Premium pois tem outros serviços de similares muito mais completos, mas vale a pena fazer uma degustação, aproveitar essa séries e ficar de olho para os próximos lançamentos. Como o serviço é relativamente novo, podemos esperar boas séries por vir. Vou falar aqui sobre duas delas que assisti: COBRA KAI (na segunda temporada) e WAYNE (na primeira).


COBRA KAI


A história de Daniel Larusso (Ralph Macchio) e Johnny Lawrence (William Zabka) ainda não chegou ao fim. Ah, nostalgia… uma continuação do filme dos anos 80 Karatê Kid está de volta em forma do seriado Cobra Kai. Daquelas que assisto com gosto de coisa velha que traz saudade. Ela traz a história de volta pela visão do malvado - que na verdade não era tão malvado assim - Johnny Lawrence.


Ambientado trinta anos depois, traz um novo olhar sobre a rivalidade entre Larusso e Lawrence. Larusso se tornou um bem-sucedido vendedor de carros, mas sofre para manter o equilíbrio sem o mestre Miyagi (Pat Morita), já falecido. Lawrence busca redenção ao reabrir o dojo Cobra Kai após defender um jovem que se tornará seu aprendiz. O enredo shakespeariano no estilo Romeu e Julieta, onde o jovem treinado por Lawrence se apaixona pela filha de Daniel Larusso.


Episódios empolgantes com gostinho de sessão da tarde. Me vi na sala da minha casa, com 10 anos de idade, fazendo o "Golpe da Garça" do Daniel San: "Limpa janela, pintar cerca". São movimentos que ficaram na memória e são trazidos imediatamente de volta ao assistir a série.

Diferente de outras produção, esta traz o elenco original do filme, o que faz muita diferença.


A segunda temporada não se saiu tão bem...


Alerta de spoiler 😠😡😠😡😠

Ela não nos traz o gostinho bom da primeira temporada e vai por um caminho estranho que leva a um final esquisito. Transformando o caratê do cabra Kai - que é mais violento e agressivo - em algo melhor que o caratê do Miyagi-Do que é algo para defesa…

Achei algo desagradável de ver, pois o filme original trazia bom exemplo de como o caratê forma um bom caráter aos praticantes, que o usam para o bem estar do corpo e como uma arma de defesa, mas não de ataque.


Com este nome é claro que a série teria de favorecer o caratê da equipe Lawrence, mas mas fica esquisito. Larusso toma atitudes bobas que não condizem com os ensinamento do mestre Miyagi. Mas é esperado que Larusso seja o vilão da história, já que é a visão da cobra Kai dos fatos. A série não foca mais Johnny & Daniel e sim nos seus filhos e alunos.


A temporada traz de volta o mestre de Johnny John Kreese (Martin Kove), trazendo mais drama e novos dilemas a Cobra Kai: manter os antigos ensinamentos ou renovar o caratê?

A série foi renovada para sua terceira temporada em 2020. Não vejo a hora de ver quais os caminhos que irá tomar.


WAYNE


A trama deste conto corajoso - e às vezes, sangrento - acompanha Wayne, um jovem de quinze anos que sai em sua bicicleta com sua nova paixão, Del, em busca de recuperar o Pontiac Trans Am de 1978 que foi roubado do seu pai antes dele morrer. É Wayne e Del contra o mundo.


A sinopse é só isto. Parece uma série boba sem nada de mais a oferecer, mas - ao contrário do que parece - é envolvente, daquelas que você quer detonar em uma sentada (que foi o que fiz, assisti direto sem pausa).


A trama acompanha o protagonista de mesmo nome, de quem não temos muitas informações (provavelmente só teremos na segunda temporada). É um garoto de 15 anos que parece sofrer de algum distúrbio, em alguns episódios de algumas situações ele parece até ser autista, mas isso não fica claro em momento nenhum. Ele não pode ver ninguém sendo humilhado ou sofrendo bullying que parte pra violência.


É uma série que não se pode falar muito pra não estragar a experiência. Assista sem saber muito que sua experiência vai ser muito melhor. Se surpreenda com a excelente Wayne



This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now